domingo, 4 de dezembro de 2016


Sou forte.
Meio doce e meio ácida.
Em alguns dias acho que sou fraca.
E boba. 

Preciso de um lugar onde enfiar a cara pra esconder as lágrimas.
Aí penso que não sou tão forte assim e começo a olhar pra mim. 

Sou forte sim, mas também choro. 
Sou gente. Sou humana.
Sou manhosa. 
Sou assim.

Quero que as coisas aconteçam já, logo, de uma vez.
Quero que meus erros não me impeçam de continuar olhando para a frente.

E quero continuar errando, 
pois jamais serei perfeita
(ainda bem!).

Tampouco quero ser comum e normal.
Quero ser simplesmente eu.
Quero rir, sorrir e chorar. 

Sentir friozinho na barriga, 
nó no peito, 
tremedeira nas pernas. 
Sentir que as coisas funcionam e que tenho que trocar
de jeito quando insisto em algo que não dá resultado. 

Quero aprender e, ainda assim, continuar criança.
Ficar no sol e sentir o vento gelado no nariz.
Quero sentir cheiro de grama cortada e café passado. 
Cheiro de chuva, de flor, cheiro de vida.

Aprecio as coisas simples e quero continuar
descomplicando o que parece complicado. 
Se der pra resolver, vamos lá! 
Se não dá, deixa pra lá.
A vida não é complicada e nem difícil,
 tudo depende de como a gente encara e se impõe.
 Quero ser eu, com minha cara azeda e absurdamente açucarada. 
Não quero saber tudo e nem ser racional. 
Quero continuar mantendo o meu cérebro no lugar onde ele se encontra:
 meu coração. E essa é a melhor parte de mim.
Clarissa Corrêa...

11 comentários :

Graça Pires disse...

Só podemos querer ser nós mesmos. O resto não dá certo... Gostei muito.
Uma boa semana, Evanir.
Beijos.

Cidália Ferreira disse...

Linda escolha! Parabéns. Adorei

Beijo e uma excelente semana.

http://coisasdeumavida172.blogspot.pt/

CHARO disse...

Hay que ser fuerte siempre y en todo momento porque de lo contrario no podríamos resisitir los golpes que nos da laq vida.Besicos

emanuel moura disse...

Boa noite querida afilhada ,maravilhosa partilha que reflecte a nobreza do ser humano ,palavras belas que nos fazem reflectir naquilo que somos neste mundo onde tantas vezes o ser humano vive aquilo que não é ,muitos beijinhos no seu lindo coração querida afilhada .

Maria Rodrigues disse...

Uma escolha magnifica, o importante é estarmos de bem com a vida.
Beijinhos
Maria

Roselia Bezerra disse...

Boa noite, querida Evanir!
Muito mimoso o poema postado!
Bjm muito fraterno

Evanir disse...

Texte.

Enrico zio disse...

Ogni persona è unica con i suoi pregi e i suoi difetti. È meglio essere sempre se stessi.
Felice giornata alla mia cara amica Evanir. Un abbraccio
enrico

Luísa Fernandes disse...

Mais uma bela escolha, querida Evanir!
Todos nós por vezes somos fortes
ficamos fracos...choramos, sorrimos,
gargalhamos.
sempre queremos ser "eu" mais eu.
Gostei minha maninha querida,
você como sempre sabe o que faz!!
Beijinho de saudade!!...Te espero
me telefona Evanir Querida?..Senão eu choro!
Luisa Fernandes

Helena Medeiros Helena disse...

Evanir, minha linda, sempre a nos presentear com textos que nos tocam a alma e nos fazem refletir. Vim desejar que tenhas um Natal iluminado de amor, de paz, de alegrias, junto à família, partilhando a harmonia própria desta época em que os corações se voltam para as emoções e sentimentos que venham a nos gratificar a alma.
Quando puderes, dá uma chegadinha lá no meu espaço, pois deixei lá uma singela homenagem para os amigos blogueiros que ao longo deste ano me deram demonstrações de amizade, consideração e solidariedade. Assim como tu. Os que tinham fotos nos blogs eu coloquei no mosaico. Os que não tinham deixei registrado numa paisagem. Apesar da singeleza, fiz tudo com muito amor.
Fica com um beijo no teu coração tão bondoso, com meu carinho.
Leninha

Mirtes Stolze. disse...

Boa noite querida Evanir.
Amiga demoro de aparecer. Mas nunca me esqueço de você. Você é uma guerreira. Linda partilha. Um lindo fds. Enorme abraço

 
TOPO
©2007 Elke di Barros Por Templates e Acessorios