domingo, 8 de abril de 2018

l

Que já não ousas dizer
Que transportavam doçura
São palavras de ternura
loucura e até prazer.

É o ciúme é a dor
Que o teu silêncio me deu
Se acaso tens outro amor
Com mais ardor do que eu

É a minha louca vontade
De te ver de te abraçar
E a raiva desta verdade
De tanto te querer amar

São os sonhos e os desejos
Que tu despertaste em mim
Com a doçura dos beijos
Que guardo no meu jardim

É esta angústia que teço
Me acorda de madrugada
Com certeza que mereço
E sou talvez a culpada

São madrigais do sentir
Que não param de tecer
Amarguras a florir
Só p'ra me fazer sofrer. 

PUBLICADA POR ROSA-BRANCA
Força, fé, saúde, coragem e Deus.
 Obrigada pela sua gentil visita e comentário.
Estou amargurada por estar longe de vcs
Feliz e grata a Deus pelas pessoas maravilhosas,
que seguem em silêncio esses sim podemos 
chamar de .
amigos e amigas..
Meu muito abrigada a todos.
Carinhosamente...
Eva..

10 comentários :

Os olhares da Gracinha! disse...

Uma belíssima partilha!bj

Os olhares da Gracinha! disse...

Uma belíssima partilha!bj

Larissa Santos disse...

Simplesmente belo:))

Hoje:- {Poetizando e Encantando } Embriagada na timidez de um sonho.
-
Bjos
Votos de um Óptimo Domingo.

Graça Pires disse...

Gostei do poema de Rosa-Branca. Obrigada por partilhar.
Uma boa semana.
Um beijo.

Cidália Ferreira disse...

Gostei muito! Parabéns

Beijo e uma excelente semana.

emanuel moura disse...

Querida mãe é maravilhoso ler tão belo momento ,que certamente nos cativa do princípio ao fim ,palavras sentidas que nos fazem reflectir quanto é gracioso viver sentindo a vida como ela simplesmente se apresenta ,mais uma vez lhe desejo uma abençoada semana ,muitos beijinhos no coração felicidades

BETONICOU disse...

Oi Evanir! Que lindo poema! Triste, porém belo. Obrigado pelo carinho, e aqui estamos para visitar e desejar uma feliz semana. Grande beijo.

CHARO disse...

hermoso poema Evanir aunque me imagino que la traducción que me hace el traductor de Google no es perfecta.Besicos

Gegê disse...

O poema tem uma conotação melancólica mas de uma grandeza e beleza ímpar
Obrigada Evanir pela gentil visita e comentário
Um carinhoso abraço
Gegê

Maria Rodrigues disse...

Minha amiga que escolha linda, um poema maravilhosa da Rosa-Branca.
Espero que tudo esteja bem consigo e com a sua família.
Bom fim de semana
Beijinhos
Maria de
Divagar Sobre Tudo um Pouco

 
TOPO
©2007 Elke di Barros Por Templates e Acessorios