segunda-feira, 8 de janeiro de 2018


É curioso como não sei dizer quem sou.
 Quer dizer, sei-o bem, mas não posso dizer. 

Sobretudo tenho medo de dizer porque no momento em que 
tento falar não só não exprimo o que sinto como o que sinto se transforma lentamente no que eu digo...

Sou como você me vê.
Posso ser leve como uma brisa ou forte como uma ventania,
Depende de quando e como você me vê passar.

Não me deem fórmulas certas, porque eu não espero acertar sempre. 
Não me mostrem o que esperam de mim, porque vou seguir meu coração.

 Não me façam ser quem não sou. Não me convidem a ser igual, porque sinceramente sou diferente. Não sei amar pela metade.
 Não sei viver de mentira. Não sei voar de pés no chão. Sou sempre eu mesma, 
mas com certeza não serei a mesma pra sempre.

Clarice Lispector
.
. Força, fé, saúde, coragem e Deus.
 Obrigada pela sua gentil visita e comentário.
Ando um pouco ausente mas meu coração
esta sempre contente de entender que..
Graças a Deus ele nunca deixa seus filhos sozinhos.

13 comentários :

Cidália Ferreira disse...

Como sempre, lindas postagens.


Beijos e um dia feliz

Érika Oliveira disse...

Sou bem como Clarice... Não consigo dizer quem sou! Linda seleção da Clarice.

Elvira Carvalho disse...

Adoro Clarice.
Obrigado pela partilha.
Abraço

CHARO disse...

Paso a dejarte mi huella.Besicos

Carlos Augusto Pereyra Martínez disse...

Un texto Linspector que habla con claridad de la necesidad de ser auténtico, transparente. Un abrazo. carlos

emanuel moura disse...

Querida mãe muito graciosa a sua partilha que acima de tudo nos faz reflectir quem somos e quem seremos perante o olhar de quem nos olha ,querida mãe que Deus continue iluminando a sua vida ,muitos beijinhos no coração do seu filho que muito a ama e estima .

Enrico zio disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Enrico zio disse...

Mi piacciono questi versi privi d’ipocrisia.
Buona giornata cara amica Evanir,
un abbraccio
enrico

Maria Rodrigues disse...

Excelente escolha, linda mensagem.
Beijinhos
Maria de
Divagar Sobre Tudo um Pouco

embrujo disse...

HOLA AMIGA QUE DE TIEMPO HACE QUE NO PASO A SALUDARTE MIL PERDONES TENIENDO FE ES UNA BASE PARA SEGUIR PARA AVANZAR CRECIENDO CADA DIA BESITOSSSSSSSSSS

Luísa Fernandes disse...

https://poemasdaminhalma.blogspot.pt/
Oi amada Evanir,
não sei como te dizer
há saudades imensas,
sempre ao amanhecer...
Sonho de noite a dormir
sonho de dia acordada
penso na solidão que
a tua ausência me traz...
Hoje consegui entrar
o meu carinho te deixar
o perfume mais suave
que comigo guardar...
Nem chanel, nem, cacharel
nem lavanda nem jasmim,
te oferecia as rosas todas
que havia no meu jardim...
Conseguir, sei que não posso
digitalizar me atrevo
deixo-te um amor perfeito
confiando partilhando meu segredo...
Que haja Deus em teu caminho
tua enfermidade leve
que os anjos digam ámem
que teu coração sossegue...
Um beijo nesse teu coraçãozinho
com amor e muito carinho
da sempre amiga.
Lisa Fernandes



Lu Dantas disse...

Que delícia é apenas ser! Adorei! ;)

Beijo grande!

https://ludantasmusica.blogspot.com.br

Maria Rodrigues disse...

Minha amiga passei para desejar um excelente fim de semana
Beijinhos
Maria de
Divagar Sobre Tudo um Pouco

 
TOPO
©2007 Elke di Barros Por Templates e Acessorios