sábado, 3 de outubro de 2015

Obrigada por sua visita! Seu comentário é muito importante para mim.


Espinhos

Vemos o mundo sempre de maneira plana e Deus vê o mundo por um todo. Para o que não entendemos, procuramos explicação para que haja em nós satisfação. 

E nesse olhar torto que temos da vida, nos enganamos quando nos colocamos de lado, separamos as pessoas como abençoadas ou não, merecedoras ou não de felicidade. 


Uma parte mínima das pessoas não aceita esse destino todo feito e tenta mudar a situação. Porém uma grande parte baixa a cabeça, numa atitude de resignação.


Deus não coloca as pessoas nas mesmas categorias que nós. Pessoas abençoadas para Ele não são as que nunca ficam doentes, nunca enfrentam provações, nunca se sentem rejeitadas ou culpadas e parecem ter uma vida tão perfeita que causam inveja. Jó perdeu tudo e foi abençoado!!!


O apóstolo Paulo foi um homem abençoado. Deixou palavras, combateu o bom combate e até os dias de hoje nós somos beneficiados com seus ensinamentos. Portanto, ele fala de um espinho, de algo que o incomodava e do qual queria se livrar. Quando ele se foi, carregou com ele esse espinho. O importante, como nos ensina, é que apesar de tudo guardou a fé.


Nós temos também nossos espinhos, cada um com o seu ou seus, que servem apenas para nos lembrar do quanto somos humanos. Podemos ter muito mais certeza do amor das pessoas que nos amam apesar das nossas imperfeições que do amor daquelas que nos amam pelas nossas qualidades. As primeiras vêem as qualidades e aceitam as diferenças, as outras correm o risco de se decepcionar dia ou outro.


Mas Deus, esse mesmo Deus que amou Paulo, nos ama incondicionalmente e nos abençoa. Ele nos ama se estamos doentes, se estamos carentes, nos sentimos sós e até se o desespero quer ficar maior que nossas forças. Ele nos ama independente da nossa estatura, condição física ou personalidade.


Não podemos ver nossos espinhos como maldições, mas como algo que não impede nossa beleza, não impede que sejamos inteiros, sorridentes e felizes e alguma coisa boa e positiva na vida de alguém. 


Ame-se o bastante para acreditar que você pode ser amado apesar de ser quem é, de ter o que tem. Os espinhos não deformam as rosas, eles as tornam ainda mais belas, misteriosas 

e fascinantes. 


Cuide-se e nunca desista da felicidade, não veja o mal como uma fatalidade, combata-o com amor e se ele ainda ficar, ame-se ainda e assim mesmo, porque Deus te ama assim, com seus defeitos, suas doenças, seu sentimento de abandono. 


Saber que somos amados renova nossas forças, levanta nosso ânimo, nos abre portas e caminhos. 


Somos todos bênçãos quando damos a mão, compartilhamos do pouco que temos e do muito que desejamos e nos vemos de igual para igual. Somos todos abençoados, mesmo se nosso caminho é feito de pequenas pedras que machucam nossos pés. O importante mesmo é que elas não nos impeçam de caminhar.

Créditos:
Texto: Letícia Thompson
Texto Letícia Thompson



Meus Amores..
Não vou pedir perdão pela minha ausência é desnecessário 
estar me desculpando a cada postagem.
Uma coisa é certa quem gosta de mim esta comigo 
hoje tudo que me importa é saber que , quem me ama de verdade
nunca deixou de estar presente...
Um abraço apertado um beijo terno e carinhoso.

                                                                               

12 comentários :

Roselia Bezerra disse...


Olá, querida Evanir
Bom fim de semana com saúde e paz interior!
Bjm fraterno

lucilene disse...

Lindo texto mãezinha, como é bom e maravilhoso o nosso DEUS, esse DEUS que nos ama mesmo a gente tendo tantos defeitos, eu me agarro nesse amor, porque sem DEUS nada sou, um DEUS que me ama mesmo sendo uma pecadora, tenho muitas experiencias com o amor de DEUS, E GLORIFICO O NOME DELE TODOS OS DIAS.
TE AMO MÃEZINHA AMADA E OBRIGADA POR ME AMAR TANTO ASSIM.
DEUS ABENÇOE .
TE AMO TE AMO TE AMO
SUA FILHA LUCILENE SALLES

Carmen Lúcia.Prazer de Escrever disse...

Oi Evanir adorei o texto.
Bjs e um ótimo domingo.
Carmen Lúcia.

emanuel moura disse...

Belíssimo momento querida afilhada ,palavras que nos enchem o coração de paz ,um amor sem igual ,um Deus que não faz escolhas que acolhe de braços abertos todos sejam bons ou maus ,que saibamos acolher no nosso coração todos os seus ensinamentos e aplica-los no dia a dia amando o próximo como a nós mesmos ,muitos beijinhos no seu lindo coração afilhada.

Cidália Ferreira disse...

Um texto adorável!
Amei

Beijo de boa noite
http://coisasdeumavida172.blogspot.pt/

Ane disse...

Bom fim de semana!
Fique com Deus!

ToTylkoJa disse...

Very well written. We all differ and also our imperfections make us individuals, shape us and let us live our lives in unique ways. Whether we believe in God or not we still are all equal and we have the ability to love others and ourselves. Once we reach full acceptance of our own individuality we can live in peace with the world.

Good night:) Hugs!:))

Denise disse...

enjoy your weekend

Rosa Mª Villalta disse...

¡Precioso escrito Evanir!
Me ha gustado muchísimo.
Abrazos.

Crocheteando...momentos! disse...

É sempre gratificante passar por aqui!
Um domingo bem BOM!!!

Guaraciaba Perides disse...

Oi, Evanir...tudo de bom e de bem nas bençãos de Deus!
Um abraço

Beatriz Bragança disse...

Querida Evanir
Um texto que é uma mensagem de esperança.
Uma excelente escolha! Obrigada por partilhar.
Um beijinho
Beatriz

 
TOPO
©2007 Elke di Barros Por Templates e Acessorios