terça-feira, 25 de outubro de 2016

Já não és Tu..

Já não és tu
quem vejo nesta miragem que teima em voltar,
quase sempre ao entardecer,
para me contemplar lá do alto
onde costumavas aparecer.
Já não és tu
quem pela calada da noite me espreita pela vidraça
projectando, nas paredes,
aquela sombra que me encantava.
 Já não és tu
quem povoa a exiguidade da casa,
agora imersa nas ruínas em que a transformaste
com a tua partida,
mas é a mesma a brisa que se expande
tal braços que me envolvem
na forma de um abraço como outrora fazias.
Não, já não és tu
embora a memória teime em mostrar-me
uma imagem antiga onde pairas ainda,
após anos de ausência,
porque para mim eras definitivamente essa personagem,
que vi afastar-se devagar
e que pertence ainda a este lugar
que visito todas as tardes
e onde suspiro enquanto me parece ouvir um canto rouco.
Ouve,
sei que não encontrarei tão cedo
outro continente de eternidade como o que julguei ter
e onde ousei esperar percorrer contigo
a distância dos anos
e por isso choro,
sim choro,
mas um dia, numa carta,
te enviarei esse choro.
Chris Morris´.
Muito Bom Recordar..
Quando escolhi essa postagem
Que fala muito de saudades
Que dói um pouco nossa alma.
Foi um momento de saudades
Um misto de tristeza
e saudades daqueles ,
que ficaram na estação do tempo.
Hoje vejo os poucos passageiros
que restaram nessa viagem.
Espero que me entendam 
essa saudade que nunca deixarei de sentir.
Hoje com novos horizontes abertos ,
novas tecnologia.
O blog ficou competindo com
novas redes de entretenimento..
Eu fiquei nos blogs que
foi o inicio de tudo .
Ao escolher essa postagem fiz
uma viagem no passado .
Um passado bem presente no meu coração.
Um carinhoso beijo .
Sempre existira principio 
e
Fim....

http://asummerevening.blogspot.com.br/




13 comentários :

emanuel moura disse...

Boa noite querida afilhada simplesmente belo mas triste ao mesmo tempo ,emergindo em cada frase um amentoado de lamentos que emanam de um coração sofrido ,muitos beijinhos no coração querida afilhada

piteis da dinha disse...

Que post lindo amiga!
Bjsss e uma semana muito abençoada p/vcs

João Menéres disse...

Muito bom !
Parabéns por essa impossível viagem.

um beijo.

Graça Pires disse...

Um excelente poema aqui partilhado. Obrigada, Evanir.
Uma boa semana.
Beijos.

Cidália Ferreira disse...

Maravilhoso texto!

Beijo
http://coisasdeumavida172.blogspot.pt/

Edumanes disse...

Ao entardecer, lá no alto esperei,
mas porque jamais lá apareceste
triste por tanto esperar fiquei
por mais de mim não te lembraste?

Boa tarde minha afilhada Evanir, um beijo,
Eduardo.



Élys disse...

Um lindo poema, uma linda música, uma postgem magnífica.
Um grande abraço,
Élys.

CHARO disse...

Un bonito poema Evanir, te mando un montón de besicos.

Mariazita disse...

Minha querida Evanir
Este poema tocou-me muito fundo!
Revela, em absoluto, o meu sentir.
Ao lê-lo senti-me como se tivesse sido eu a escrevê-lo.
Como o tempo passa (já lá vão 4 anos e meio!) e como a saudade aumenta!!!

Gostei imenso de a ver no meu blog. Vá aparecendo sempre que possível...

Votos de uma semana muito feliz.
Beijinhos
MARIAZITA / A CASA DA MARIQUINHAS

Vikee disse...

Nice post

Love Vikee
www.slavetofashion9771.blogspot.com

Helena Medeiros Helena disse...

"Quando escolhi essa postagem
Que fala muito de saudades
Que dói um pouco nossa alma
Foi um momento de saudades
Um misto de tristeza e saudades daqueles
que ficaram na estação do tempo"

Querida Evanir, entendo tão bem desta saudade!
Um sentido poema do Chris Morris a dizer que a memória irá sempre buscar a imagem de quem um dia palmilhou parte do caminho ao nosso lado. Quem viveu momentos felizes e intensos ao lado da pessoa amada há de sempre sentir esta saudade a marcar os passos, os pensamentos, e todos os outros momentos que ficaram gravados na alma, marcados no coração.
Resolvi voltar a postar, fazer do meu espaço uma espécie de catarse, expurgar sentimentos e emoções que estão a me ferir. Enfim, registrar os momentos que me chegam trazendo lembranças e saudades.
Deixo um carinhoso beijo nesse teu coração tão bonito,
Leninha

Nal Pontes disse...

Oi Evanir que bom voltar no seu cantinho. Excelente texto. Bjs amiga

Nal Pontes disse...

Evanir, saiba que o carinho de suas visitas é tudo o que uma blogueira mais ama. E vc sabe disso. Estou trazendo meu novo email pois o outro eu não recuperei pois passei mais de seis meses sem usar. (nal.pontes@yahoo.com.br) Eu amo vc no amor de Cristo Jesus Bjs

 
TOPO
©2007 Elke di Barros Por Templates e Acessorios