quarta-feira, 27 de agosto de 2014

Obrigada por sua visita! 
Seu comentário é muito 
importante para mim. 
Até onde posso, 
vou deixando o melhor de mim..
se alguém não viu,
 foi porque não me sentiu com o coração.

Esperança..

Apesar de todos os obstáculos
que encontro pela minha vida,
apesar dos contratempos que me deparo,
apesar das portas fechadas que vejo,
apesar das dificuldades que enfrento,
ainda assim, tenho a esperança.
A esperança vive em mim
amanhece comigo,
percorre o dia todo
e quando anoitece
ela ainda está lá.
Esperança,
é a certeza de que algo de bom vai acontecer,
é a confiança que tudo vai dar certo.
Todos devemos ter essa esperança,
para que não nos sintamos caídos,
para que nosso dia seja menos tumultuado,
e para que nosso coração esteja menos pesado.
Desejo a você,
que também tenha sempre a esperança,
que ela permaneça sempre em seus pensamentos.
Desejo que você nunca desista,
porque enquanto houver a esperança,
nenhum sonho está perdido!"
AD..

17 comentários :

Cidália Ferreira disse...

Bom dia Evanir
Poesia Linda e esperançosa, adorei ler, que assim seja.

Beijos no seu coração.

Coisas de Uma Vida 172

Ricardo- águialivre disse...

Boa dia

Diz-se que a esperança é a última a morrer, não é verdade?
O que seria a vida sem esperança? Certamente sem qualquer valor.
Gostei muito de ler

Deixo cumprimentos
*******************************
http://pensamentosedevaneiosdoaguialivre.blogspot.pt/

✿ chica disse...

Esperança nunca nos pode e deve faltar! bjs,chica, lindo dia e parabéns pelo prêmio na Lindalva!

Elisabete disse...

É bem verdade, cara Evanir.
Um beijo

Rô... disse...

oi minha amiga,

você é sempre tão sensível nas suas escolhas,
saio daqui com o coração mais leve...
obrigada!!!

beijinhos

Maria disse...

Minha querida afilhada quero ler esperança e perspetiva de caminhos suaves no seu post...! O que me sossega um pouco...Deixo todo o meu carinho e aguardo as suas notícias minha doce amiga!
Beijinhos mil
Maria

Bell disse...

oi Evanir

A esperança tb está sempre comigo, qdo penso em desistir ela vem e me abraça.

bjokas =)

Roselia Bezerra disse...

Olá, querida Evanir
A Esperança nos move em prol de vida com qualidade...
Bjm fraterno

Marilene Domingues disse...

Querida e doce amiga, essa tal delicada esperança, não pode se ausentar nunca de nossas vidas, é ela que nos leva adiante, nos faz otimistas e nos empurra a correr atrás de nossos mais escondidos sonhos.Lindo! Lindo! Adorei!
Abraço apertadinho de ♥ pra ♥ e beijos com muito carinho.
Deus te abençoe
Sua amiga de sempre
Marilene

Marli Terezinha Andrucho Boldori disse...

Olá Evanir, belo poema que nos dá a oportunidade de refletirmos sobre o nobre sentimento que é a "esperança".
É bom sabermos que ainda nos resta algo de bom,a nossa frente.
Tenha um lindo dia! Beijos!

AMALIA disse...

Un beso, Evanir.

Ana Helena disse...

Boa tarde Evanir
Quando se perde a esperança deixa-se de viver. Que todos tenhamos esperança nas grandes realizações
Beijos

Manuel disse...

Belo poema, cheio de esperança e com uma mensagem de amor pelo próximo
Beijinho

CHARO disse...

La esperanza debe de acompañarnos siempre en el caminar dificil de la vida para jamás decaer.Besicos

Abuela Ciber disse...

Evanir

El blog de la Abu cumpliendo 7 años en el espacio virtual.

Gracias por haber sido participe en estos años, acompañando al mismo y muchas desus 1534 entradas

Mis deseos para quienes se acercaron, en distintos momentos y sentires, es que vuestro camino se vea iluminado por logros y proyectos realizados, que la Luz los acompañe en el diario transitar.

Gracias por siempre estar !!!!!!!!

Cariños

Abu

Mirtes Stolze. disse...

Querida Evanir.
Um lindo poema falando de esperança, pode nós falta tudo mais fé e esperança nunca. Meus parabéns pelo premio, foi merecido.
Uma feliz noite.
Abraços.

emanuel moura disse...

Bom dia querida afilhada e com muita alegria que a esperança reina em seu coraçao ,que ela se renova a cada amanhecer na sua vida com muita fe ,amor nesta vida ,muitos beijinhos .

Esperança

Mário Quintana


Lá bem no alto do décimo segundo andar do Ano
Vive uma louca chamada Esperança
E ela pensa que quando todas as sirenas
Todas as buzinas
Todos os reco-recos tocarem
Atira-se
E
— ó delicioso vôo!
Ela será encontrada miraculosamente incólume na calçada,
Outra vez criança...
E em torno dela indagará o povo:
— Como é teu nome, meninazinha de olhos verdes?
E ela lhes dirá
(É preciso dizer-lhes tudo de novo!)
Ela lhes dirá bem devagarinho, para que não esqueçam:
— O meu nome é ES-PE-RAN-ÇA...

 
TOPO
©2007 Elke di Barros Por Templates e Acessorios