domingo, 27 de agosto de 2017


Já não se encantarão os meus olhos nos teus olhos, 
já não se adoçará junto a ti a minha dor.

Mas para onde vá levarei o teu olhar 
e para onde caminhes levarás a minha dor.

Fui teu, foste minha. O que mais? Juntos fizemos 
uma curva na rota por onde o amor passou.

Fui teu, foste minha. Tu serás daquele que te ame, 
daquele que corte na tua chácara o que semeei eu.

Vou-me embora. Estou triste: mas sempre estou triste. 
Venho dos teus braços. Não sei para onde vou.

...Do teu coração me diz adeus uma criança. 
E eu lhe digo adeus.
Pablo Neruda


 Força, fé, saúde, coragem e Deus.
Obrigada pela sua gentil visita e comentário.

15 comentários :

emanuel moura disse...

Querida afilhada e mãe de coração,maravilhosa partilha que aqui nos deixou ,apesar da sua profunda tristeza é encantador como olhamos um adeus sentido de um coração tão nobre mas tão sentido ,querida mãe coração lhe desejo uma semana muito abençoada ,muitos beijinhos no seu lindo coração do seu filho de coração que tanto a ama e estima .

Enrico zio disse...

Parole molto toccanti che arrivano al cuore.
Buona settimana cara amica, un abbraccio
enrico

Cidália Ferreira disse...

Fantástico, maravilhoso!! Amei!


Beijo e uma excelente semana.

Dilmar Gomes disse...

Grande Neruda, cara amiga Evanir. Um abraço daqui do sul do Brasil. Tenhas uma linda semana.

CHARO disse...

Precioso y triste poema.Besicos

Guaraciaba Perides disse...

Um dos grandes poemas de Neruda...parabéns pela escolha.
Um abraço

Maria Rodrigues disse...

Pablo Neruda é sempre uma excelente escolha.
Minha amiga, passei para saber como está e deixar um beijinho.
Maria de
Divagar Sobre Tudo um Pouco

Célia Gil, narciso silvestre disse...

Ótima escolha, estava mesmo a precisar de ler algo assim! Bj

Graça Pires disse...

Encontrar Pablo Neruda é sempre muito especial.
Uma boa semana, minha Amiga.
Beijos.

Alfredo Rangel disse...

Evanir, desculpe minha ausência. Pode ter certeza que quem mais perdeu com esta ausência fui eu. Gosto muito dos teus blogues e das poesias que você posta, cheios de bom gosto e de arte, como esta de Neruda, muito inspirado.
Também passei por problemas pessoais, que já estão superados. Voltarei aqui mais vezes. Adoro teus blogues. Bejos.

Duarte disse...

Triste, mas rico em sentimentos. Grande é o poeta!
Um passado com essa carga emocionar de amor não pode pasar ao esquecimento, será uma vivência sem fim.
Abraços de vida, querida amiga

Existe Sempre Um Lugar disse...

Olá, os poemas do Pablo Neruda são belos e contagiantes.
Feliz fim de semana,
AG

dinapoetisadapaz disse...

Neruda, sempre Neruda. Este poema expressa uma riqueza ímpar de sentimentos, uma tristeza à flor da pele. Escolheste bem querida Evanir!
Desejo que seu findi seja leve e com muita Paz.
Saudades de vc aiga querida.
Que Deus abençoe ricamente sua vida!

bjss!
Diná

FILOSOFANDO NA VIDA Profª Lourdes Duarte disse...

Querida Evanir,
Mais um lindo poema, escrito com um coração repleto de amor e muita sabedoria. Parabéns!
Lhe desejo um mês de setembro feliz, com muita saúde e paz. Abraços

Os olhares da Gracinha! disse...

Uma belíssima escolha! Bj

 
TOPO
©2007 Elke di Barros Por Templates e Acessorios